Advocacia - Contabilidade Eliton Rios

Éliton Rios
Organização Contábil
Ir para o conteúdo

Advocacia

Caio Rios Advocacia e Consultoria Jurídica

Nossos serviços são direcionados  para assessoria de empresas e a representação de clientes  em disputas nos diversos níveis do direito publico e privado, que vai do aconselhamento em questões  previdenciárias, trabalhistas e cíveis a atuação efetiva  na defesa dos interesses individuais perante as esferas judiciais.

  
"Nosso objetivo é identificar necessidades dos nossos clientes e promover soluções personalizadas, possibilitando uma tomada de decisão segura, embasada sempre em conformidade com a lei".

Direito Natural
Direito concebido sob a forma abstrata, correspondendo a uma ordem de justiça. Não é criação do homem. Pode ser considerado como a Gênese do Direito. É um conjunto de princípios, e não de regras, de caráter universal, eterno e imutável.

Direito Positivo
Direito propriamente dito, institucionalizado pelo Estado nas suas diversas formas, seja ela escrita ou costumeira. É o Direito efetivamente aplicado pelas autoridades de um Estado.

Direito Objetivo
É o conjunto de regras obrigatórias que a todos se dirige e a todos se vincula, ou seja, é a norma de comportamento que o indivíduo deve se submeter. Direito objetivo é o que designa o direito enquanto regra ‘’jus est norma agendi’’. O direito objetivo, norma agendi, é o direito posto, ou seja, a norma jurídica que vigora em determinado Estado.

Direito Subjetivo

É a faculdade, derivada do Direito Objetivo, ou seja, o poder reconhecido ao titular do direito de exigir de uma pessoa uma prestação capaz de satisfazer a um interesse legítimo – “jus est facultas agendi”. – o direito subjetivo, de forma sucinta, é a prerrogativa titularizada por um indivíduo decorrente da regular observância de norma de direito objetivo. É a ''facultas agendi''.
fonte jurisway.org.br

Direito Público e Privado

É a mais antiga divisão do Direito Positivo representada pela classe de Direito Público e Direito Privado. Tal distinção é de origem romana e foi criada por Ulpiano “Hujus studii duas sunt positiones, publicum et privatum.

Publicum jus est quod ad statum rei romanae spectat, privatum quod ad singulorum utilitatem: sunt enim quaedam publice utilia, quaeddam privatum”.

(Direito Público era aquele concernente ao estado dos negócios romanos; o Direito Privado era o que disciplinava os interesses particulares).

Direito Público

Ramo do Direito em que predomina o interesse público, ou seja, o do Estado. Direito organizador do Estado e protetor da ordem e da paz social.
“Nele, o Estado é parte obrigatória apresentando-se em posição de superioridade revestida de “Imperium”, como autoridade pública”.

Obs: Direito de subordinação, irrenunciável, independente da vontade das partes e no qual prevalece o interesse geral. Ex: Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Eleitoral, Direito Financeiro, Direito Tributário, Direito Penal, Direito Processual, etc.

Direito Privado

Ramo do Direito em que predomina o interesse privado e em que as partes se apresentam em condições de igualdade. Direito dos particulares, dominado pelos princípios da liberdade e da igualdade.
Direito de Coordenação, renunciável, de interesse particular e relevante a vontade das partes. Ex: Direito Civil, Direito Comercial, etc.
Modernamente os trialistas sustentam a existência de um “tertium genus”, denominado Direito Misto, ou seja, ramo do Direito em que sem haver predominância, há confusão de interesse público ou social com o interesse privado.
Ex: Direito Marítimo, Direito Aeronáutico, Direito do Trabalho, Direito Sindical, Direito Profissional, etc.
fonte jurisway.org.br
Av. Landulfo Alves nº 12 Centro Castro Alves Bahia (75) 3522 1110 / 3522 1113
Rua dos Contabilistas nº 8 Centro Feira de Santana Bahia (75) 3223 3334 / 3023 0334
Éliton Rios
Organização Contábil
Voltar para o conteúdo